Tarso Genro: ‘Queremos um piso de R$ 3.200 para policiais em 2010’

por Christina Nascimento e Thiago Prado, publicado no jornal O Dia em 13/12/2009

Brasília - A meta parece inatingível. Mas o ministro da Justiça, Tarso Genro, garante: está lançado o objetivo, já para o ano que vem, de implementar um piso salarial para as polícias e o Corpo de Bombeiros do Rio de R$ 3.200, o que representa, por exemplo, quatro vezes o ganho mensal de um soldado. O aumento virá na forma de gratificação financiada pelo governo federal. Com a chamada ‘Bolsa-Olímpica’, o agente de segurança terá que participar de cursos de qualificação. É essa a nova polícia que vai ocupar as próximas 50 Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) até 2016, experiência bem-sucedida e que poderá ser exportada para o Haiti. Por aqui, Tarso alerta: as unidades têm que sofrer correções e ganhar mais programas sociais.

Leia na íntegra

Compartilhe!

1 Comentário

  1. Sr. Ministro da Justiça Tarso Genro:

    Me chamo Vânia Ferreira Goulart, sou funcionária pública, da segurança pública, lotada na Penitenciária Modulada Estadual de Montenegro, exerço função Administrativa, com renda mensal líquida de R$ 1.300,00(c/hora extra). O que me ajuda é a bolsa do Pronasci, venho por meio deste email pedir encarecidamente sua interceção na minha remoção, pois estou sem condições financeiras para me deslocar até a Penitenciária, anteriormente ganhávamos passagem, devido ser difícil acesso, pois a cadeia fica +ou- 20 km da cidade,(sendo que 4,5km de estrada de chão até o asfalto e 15,5 km de asfalto até a cidade) repentinamente nos tiraram,mas mantiveram para outros sou separada, tenho a guarda de duas filhas menores, pago financiamento de apartamento, condominio,luz, faculdade(Curso de Gestão Pública),telefone,internet p/cursar minha faculdade, além de despesas como:mercado, farmácia, livraria.Fiz meu pedido de remoção para o Presídio Estadual de Montenegro, pois fica a 15 minutos de minha residência, pedido este que encontra-se na Susepe – RS, meu Diretor só libera por permuta, diz que tem pouco funcionário(total=6)mas ao mesmo tempo que diz que tem pouco, libera colegas para fazerem diárias.Devido a isso que peço ajuda ao meu partido, realmente não tenho condições de manter passagens diariamente, todo dia tenho que escolher se deixo dinheiro para minhas filhas comprar pão,leite ou se pago a “bendita”passagem. Em 2006 fiz contato via assessoria de Vossa Senhoria e fui muito bem atendida.
    No aguardo, agradeço desde já.

    Att,

    Vânia Ferreira Goulart

    Responder

Deixe uma resposta